Espumante para presente:uma ótima ideia.

Na hora de dar um presente, muitas vezes ficamos em dúvida, pois se não agradar a pessoa pode ser um tiro no pé. Ou se for algo que passe a imagem errada, por exemplo que você está paquerando aquela pessoa, pode até provocar situações indesejadas.

Uma boa dica para presentear qualquer adulto ( maior de 18 anos) e não ser pessoal nem muito atrevido é dar de presente um espumante.

O vinho espumante se diferencia dos demais vinhos ditos “tranqüilos”, por ser elaborado a partir de duas fermentações alcoólicas. A primeira fermentação é a mesma que se faz para produzir um vinho tradicional, sem “bolinhas”.

Por haver uma segunda fermentação que o espumante se torna tão especial.

Mas atenção, da mesma forma que dar um buque de rosas com chocolates para uma mulher pode demonstrar que você está interessado nela, dar um espumante de presente acompanhado de 2 taças pode significar um convite para beberem juntos num encontro afetivo.

Diferença de champagne e espumante

Para acertar na "arte de presentear"  você precisa saber também a diferença entre champagne e espumante.  A denominação champagne é uma appellation dorigine contrôlée (denominação de origem controlada). A região de Champagne, na França, é a única no mundo que pode dar o nome de champagne aos seus espumantes.  Nem mesmo outras regiões da França podem chamar assim seus vinhos espumantes. Champagne tem um solo com características específicas que propiciam as uvas aptas para um champagne (Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Meunier) e um clima frio.

Então um Champagne é um presente raro e caro, para ocasiões muito especiais e exclusivas. Não é o presente ideal para enviar a um chefe administrativo ou para um comprador. Nestas situações um bom vinho tinto é mais adequado.

 

 

Diferença de espumante, filtrado e sidra

O vinho espumanteé elaborado a partir de duas fermentações alcoólicas. Todos os espumantes devem seguir esta regra: 

  • O teor alcoólico do espumante deve ser entre 10 e 13% em volume.
  • O anidrido carbônico (“bolinhas” ou perlage) deve ser proveniente exclusivamente da fermentação não pode ser adicionado), e sua concentração deverá ser de 4 atmosferas à 20°C.

O vinho filtrado é uma bebida proveniente do mosto de uva, parcialmente fermentado ou não, podendo ser adicionado de vinho de mesa. Ele não é considerado vinho, porque este é exclusivamente a bebida oriunda da fermentação da uva sã, fresca e madura. Além disso, tem uma graduação alcoólica bem baixa, de no máximo 5% em volume. E pode ter adição de anidrido carbônico em até três atmosferas.

Já a Sidra não é um espumante, nem vinho, nem é feito de uva. A sidra é umas bebidas fermentadas de maça, cuja graduação alcoólica varia de quatro a oito por cento em volume. Ao contrario do espumante é proveniente de uma única fermentação e tradicionalmente não é gaseificada.

No Brasil a Sidra foi regulamentada de uma forma um pouco diferente:pode ser gaseificada;  ser proveniente da fermentação do mosto da maça, do suco concentrado ou ambos, com ou sem adição de açúca; ser adoçada e receber outros aditivos (corante, aromatizante); ser desalcoolizada.  O resultado é um produto totalmente diferente do espumante.

 

Ganhei uma garrafa de espumante com 1 taça, o que significa?

A "arte de dar presentes" começa pela escolha do presente, passa pela embalagem e termina no cartão com uma mensagem pessoal. Ledo engano. Existem mais significados escondidos por trás de um simples presente.

Um deles é enviar uma garrafa de espumante com apenas 1 taça. Significa que você deseja que aquela pessoa aprecie ao máximo a refrescancia desta bebida com bolinhas que explodem no céu da boa e sinta-se muito bem e valorizada, num momento único e pessoal. 

É muito deselegante você receber uma garrafa com apenas 1 taça e dizer que vai guardar para beberem juntos. Não cometa este erro. A pessoa entenderá que você não gostou do presente ou que achou inapropriado ou de baixo bom-gosto e por isso quer castigá-lo. Também não espere o convite para  beberem o tal espumante juntos, ela vai dar ao porteiro ou deixar no fundo do armário até que a empregada resolva jogar fora.

 

 

 

Ganhei uma garrafa de espumante com 2 taças, o que significa?

A "arte de dar presentes"  pressupõe que as pessoas tenham sensibilidade e saibam receber e enteder o significado daquele presente. Muitas vezes a mensagem que acompanha o presente ajuda o entendimento.

Por isso sempre aprendi que mais importante que o presente é o cartão que o acompanha. Qualquer pessoa que tenha dinheiro pode comprar  um presente e enviar a alguém, mas é o cartão endereçado a você, com uma mensagem pessoal, na hora certa, que o torna um presente único e muitas vezes inesquecível.

Muitos "brucutus" nao entendem o significado de ganhar um espumante acompanhado de 2 taças. Significa que a pessoa espera um convite para vocês abrirem juntos a garrafa, ou se a entrega foi em mãos espera-se que você já o coloque para gelar para logo mais abrirem juntos noite a dentro.

Se o presente foi enviado por um filho ou filha para seus pais, significa que estão abertos para juntos terem um momento de desconstração e bate papo informal enquanto bebem.

Um espumante com duas taças nunca deve ser saboreado sozinho.

Se o presente foi de um amigo não íntimo ou de um funcionário, agradeça e diga que você gostou e abrirrá o presente com sua parceira ou parceiro no mesmo dia. Mesmo que isso não aocnteça, você está sendo educado ao afirmar que gostou do presente e delicamente dizendo que o abrirá acompanhado de alguém especial ( que não é quem lhe deu o presente).

 

 

Espumante nacional ou importado, qual o melhor para dar de presente?

Atualmente temos no Brasil excelentes viníciolas com espumantes premiados internacionalmente. Então na hora de escolher um espumante para presente procure saber qual a sua procedência e se a safra da uva usada na produção foi uma boa safra. Isso já é suficiente para fazer uma grande diferença. 

 

 

Referências:

Lei do Vinho – Lei n. 7.678/1988 - Dispõe sobre a produção, circulação e comercialização do vinho e derivados da uva e do vinho, e outras providências.

Decreto do Vinho – Decreto n. 99.066/1990 - Regulamenta a Lei n.° 7.678, de 8 de novembro de 1988, que dispõe sobre a produção, circulação e comercialização do vinho e derivados do vinho e da uva.


Lei de Bebidas – Lei n. 8.918/1994 - dispõe sobre a padronização, a classificação, o registro, a inspeção, a produção e a fiscalização de bebidas.


Decreto de Bebidas – Decreto n. 6.871/2009 - Regulamenta a Lei no 8.918, de 14 de julho de 1994, que dispõe sobre a padronização, a classificação, o registro, a inspeção, a produção e a fiscalização de bebidas.